quinta-feira, 24 de Setembro de 2009

Fabricantes de vacinação se recusam a tomar H1N1

Veja o vídeo, fabricantes da vacina H1N1 recusam tomá-la, é preciso divulgar...

www.youtube.com/watch?v=B4SmFxyust0

Tradução:

Apresentadora – … e os EUA começaram a testar uma vacina para a gripe suína em
crianças e adultos, o Departamento Americano de Saúde e Serviços Humanos espera
vacinar pelo menos 160 milhões de pessoas até Dezembro. Para mais informações
acerca disto vamos para a nossa correspondente Priya Sridhar no estúdio de
Washington. Boa noite, quais são as nossas esperanças para esta vacina?

Priya Sridhar – Obrigada, a vacina da gripe suína levantou preocupações em pessoas de todo o mundo, um novo inquérito mostra que um terço das enfermeiras britânicas afirmaram que não vão tomar a vacina porque se encontram preocupadas com os possíveis efeitos secundários. Ora a vacina contra a mesma gripe oferecida nos anos 70,que se supõe ser muito similar àquela que está a ser testada hoje, esteve ligada a um distúrbio neurológico chamado a Síndrome de Guillain-Barré, para discutirmos tudo isto está aqui comigo o jornalista de investigação Wayne Madsen. Wayne muito obrigada por estares aqui. Antes de mais podes dizer-me, quem é que levou esta vacina contra a gripe tão longe e o que ouviste acerca dela?

Wayne Madsen – Bom, aparentemente existe uma comunidade de testes já usada, tenho ouvido também que a vacina que está a ser desenvolvida, que esta não é para toda a gente. Ao que parece crianças foram usadas como, á falta de um melhor termo, ratos de laboratório (cobaias) em Oklahoma, eu sei de por falar com pessoas da comunidade de pesquisa. Até mesmo cientistas, que ajudaram a desenvolver a vacina, dizem que não vão tomar a vacina e estão a avisar os seus amigos e famílias para não tomarem esta vacina.

Priya Sridhar – Que tipo de efeitos secundários experienciaram estas crianças, se é que alguns?

Wayne Madsen – Bem, contido na vacina vem um componente chamado Thamerisol, foi comprovado que … metade deste é composto por mercúrio … e foi comprovado que causa não só Síndrome de Guillain-Barré, mas também Autismo em crianças jovens, tem havido vários casos em tribunal resultantes de casos de autismo após o consumo desta vacina.

Priya Sridhar – E então durante quanto tempo será esta vacina oferecida, será obrigatória para as pessoas, o que sabe disso?

Wayne Madsen – Houve uma reunião aqui em Washington a semana passada onde houve dois temas presentes, tivemos a comunidade de pesquisa, a comunidade médica afirmando que o que precisamos para ajudar a prevenir a população é boa informação e tomar decisões baseadas em factos. Tivemos a comunidade de emergência, a Segurança Nacional (Homeland Security), agentes federais, a falar de forçar factos a nações, a forçar educação aos adolescentes, basicamente temos políticos a comandar tudo isto em vez do grupo médico, que conhecem muito melhor toda esta ameaça que enfrentamos, proveniente desta particular estirpe de Influenza.

Priya Sridhar – Então quão bem sucedida poderia ser uma vacina se a maior parte das pessoas decidirem não a tomar?

Wayne Madsen – Bem para aqueles que a tomarem, eles podem limitar a sua exposição em relação a outros mas o que se anda a ouvir por aí, é que há um movimento Anti-Vacina a começar por toda a América, como disse uma pessoa da comunidade médica, ele disse: “estas pessoas estão a criar uma rebelião”, quase como se isto fosse o inimigo e não pessoas … eles vão invocar todo o tipo de protocolos de situações de emergência, tratando estas pessoas que não querem tomar a vacina, forçando crianças … tudo isto vai levantar muitos problemas entre o povo dos EUA.

Priya Sridhar – E quão testada foi realmente esta vacina, como é que não conseguimos fabricar uma sem todos estes efeitos secundários?

Wayne Madsen – Bem dos testes estamos a ter … talvez … recomendações de três vacinas, duas para a Gripe A e uma outra para a gripe normal, mas todos sabemos acerca dos efeitos desde 1975 e 76, e como tal esta vacina, mesmo entre indivíduos dentro da comunidade médica não é considerada segura.

Priya Sridhar – Quando é que estas decisões são mais prováveis acontecer, se a vacina vai ser obrigatória ou não?

Wayne Madsen – Temos ouvido que a segunda onda de gripe no hemisfério norte vai atacar algures nos finais de Setembro e possivelmente atingir o seu pico em Outubro, isto é na verdade o que aconteceu na gripe de 1918: os primeiros casos em Setembro, pico em Outubro, portanto provavelmente veremos este programa de vacinação em acção no mês que vem…

Priya Sridhar – Á medida que nos aproximamos da data em que nos serão disponibilizadas estas vacinas, vamos mantê-los actualizados acerca de tudo o que ouçamos sobre assunto. Por agora, de volta a Moscovo…

Apresentadora – Muito obrigada…………

Sem comentários: