segunda-feira, 12 de maio de 2008

Foi Realmente Ontem e Sempre Ontem que Tudo Aconteceu...

Levantei-me mal disposta, espreguicei, fui até à janela e espreitei o tempo... Bolas, a mesma porcaria de sempre... Sem vontade decidi que aquele maldito e chato tempo não iria me reter em casa. Molengona, vesti-me lentamente e lentamente acabei abrindo a porta da escada que me levaria à rua para apanhar o tão desejado ar ainda que poluído. Ah! quem será que inventou o bendito passeio domingueiro? Sinceramente eu gosto de passear todos os dias! É que a vida é curta e temos de vivê-la o melhor possível. Mas o que tem de ser tem muita força! E como a nossa capital anda muito limpa eu haveria de pôr logo à saída de casa o pé em cima de uma enorme "poita" de cão... Bolas!!! Que pivete, com o sapato cheio de porcaria como iria eu ter a lata de entrar em qualquer lado? Bem. já passei por tias em Cascais a cheirarem bem pior, tal os perfumes que as "madames" usam. Bem... chateada resolvi voltar para casa, mas não sem antes sacar da minha máquina fotográfica (já que ela sempre me acompanha) e ficar com o registo do acontecimento sabe Deus para quê! Quem sabe, fazer ainda uma foto artística da dita "poita" e colocá-la no olhares.com, já que hoje tudo se fotografa como arte... Ou fazer uma queixa à câmara municipal deste 3º mundo?

2 comentários:

Gilberto disse...

Já vi fotos "artísticas" com motivos muito piores que uma mera "poita" de cão :-) Queixa-te também aos proprietários dos bichos, que não levam o saquinho plástico para recolher os presentes que vão deixando...

Anónimo disse...

Pois Eu levo sempre o saquinho à rua para apanhar quando levo a Luna, a minha cadela! De qualquer forma já reclamei à câmara a limpeza da rua (da minha)porque as outras ruas andam iguais. Só não compreendo o que fazem estes governantes. As ruas de Lisboa voltaram mais uma vez a meter nojo. Lisboa precisa de um limpeza e que LIMPEZA...